30.6.09

Pina Bausch - I

(27 de Julho de 1940 - 30 de Junho de 2009)




Orphée et Eurydice - Pina Bausch
(falliero2)

23.6.09

Cravos para Rosalía



Dianthus sp.


Galicia frorida,
cal ela ningunha,
de froles cuberta,
cuberta de espumas.

D'espumas qu'o mare
con pelras gomita,
de froles que nacen
ó pé das fontiñas.

Rosalía de Castro, Cantares Gallegos

22.6.09

Flores do Fim do Mundo

Peregrinos de toda a Europa caminhavam dias, semanas, meses, até atingirem o Monte do Gozo e finalmente avistarem as torres da grande catedral. Mas dali ainda não viam o mar. Depois de abraçarem o apóstolo que matava mouros, era necessário percorrerem mais uns cem quilómetros, subindo mais montes e descendo mais vales, até chegarem ao fim da terra e da peregrinação.


Diz-se ainda que, antes da Romanização da Península Ibérica, já os Celtas praticavam rituais de culto ao Sol nessa língua de terra que entra pelo mar. É bem capaz.


Verbascum sp.

17.6.09

Fantin-Latour vem a Lisboa



Ópera, um Itinerário Europeu

Se estiver no Porto no próximo Sábado, pode seguir a sugestão da Europa Viva e deslocar-se à Casa Museu Guerra Junqueiro para assistir a um ciclo de conferências por Jorge Rodrigues.

A Casa Museu Guerra Junqueiro situa-se por trás da Sé do Porto, na Rua de D. Hugo, 32, e alberga uma interessante colecção de peças de mobiliário, faiança e arte sacra.
Não perca. São dois em um.


5.6.09

Argerich, Freire e Rachmaninov

Uma vez assisti a um recital de Martha Argerich e Nelson Freire na Gulbenkian, com um programa baseado em obras de Rachmaninov e Prokofiev.
Após o que deve ter sido um momento de desatenção do rapaz que virava as pautas da pianista, e como já não havia meio de voltarem a entender-se, Argerich decidiu dispensar os serviços dele e começou ela própria a tratar do assunto. As suas mãos não paravam e ela, com fúria de leoa, contagiava o público com intensidade crescente até ao clímax. Disse-me a Antena 2 há pouco que ela faz hoje anos. Parabéns, Martha Argerich.

(BixiaYuanjin)

Breves:
O recital de Thomas Hampson na Gulbenkian não foi muito bom. Foi memorável.
Do "Don Giovanni" em cena no Teatro Nacional de São Carlos não me apetece falar.