5.8.07

Jardins Com Azulejos





























































Quem passa ao pé da Sé de Lisboa, por trás da Igreja de Santo António, vê uns muros envelhecidos que suportam um jardim elevado ao nível do terceiro andar. Olhando para cima, salta logo à vista o grande painel de azulejos que cobre a parede da casa virada a poente.

6 comentários:

  1. A nossa Lisboa tem encantos que só alguns conseguem ver, em cada esquina, em cada viela, ou espreitando dos seus miradouros (neste caso, deveria ser miratejos, ou miratágides, para não haver confusões). E tu, não há dúvidas, tens esse olhar que vê e, para nosso usufruto, partilha o que vê, em registos fotográficos de excelente qualidade. Continua, por favor, que a malta agradece.
    Bjs. e boas viagens!

    ResponderEliminar
  2. São magníficos!!!!

    ResponderEliminar
  3. Olá, Paulo!
    Do outro lado do Atlântico também tenho me beneficiado deste olhar. Os azulejos foram umas das marcas principais da arquitetura portuguesa no Brasil; que bom ver estas cores e desenho especial, alem do ângulo do passante como você diz !

    ResponderEliminar
  4. EZ, obrigado pela visita e pelo comentário. Benvindo(a).

    ResponderEliminar
  5. Tinha a certeza de ter j� visto aqui, de me ter maravilhado com a descoberta... N�o aparece o coment�rio? ent�o sonhei...Estes s�o magn�ficos de cor e movimento. Azulejos s�o uma das minhas perdi�es (mais uma). Neste caso, ando de devaneio a "azulejar" com o Z� Viajante.

    ResponderEliminar
  6. Não sonhaste, Bettips. Falaste deles num comentário mais acima.
    Um abraço.

    ResponderEliminar