22.12.07

A Longa Viagem do Inverno

Though I have worked very hard at the "Winterreise", every time I come back to it I am amazed not only by the extraordinary mastery of it, but by the renewal of the magic: each time, the mystery remains.

Benjamin Britten, 1964

O ciclo de canções "Winterreise", de Schubert (1797-1828), já aqui tinha entrado, por outras razões e com Dietrich Fischer-Dieskau. Hoje está de volta, trazido por Benjamin Britten e Peter Pears.


Wasserflut

Manche Trän' aus meinen Augen
ist gefallen in den Schnee;
seine kalten Flocken saugen
durstig ein das heiße Weh.

Wenn die Gräser sprossen wollen,
weht daher ein lauer Wind,
und das Eis zerspringt in Schollen,
und der weiche Schnee zerrinnt.

Schnee, du weißt von meinem Sehnen.
Sag, wohin doch geht dein Lauf ?
Folge nach nur meinen Tränen,
nimmt dich bald das Bächlein auf.

Wirst mit ihm die Stadt durchziehen,
muntre Straßen ein und aus.
Fühlst du meine Tränen glühen,
da ist meiner Liebsten Haus.

Wilhelm Müller

Torrente

Muitas lágrimas dos meus olhos
caíram sobre a neve.
Os flocos frios, sedentos,
bebem a dor ardente.

Quando as ervas querem nascer,
sopra um vento morno,
o gelo desfaz-se em pedaços
e a neve macia derrete.

Neve, tu conheces o meu desejo.
Diz, por onde vai a tua torrente?
Se seguires as minhas lágrimas,
o ribeiro leva-te daqui.

Percorrerás com ele a cidade
e as ruas alegres.
Quando sentires o ardor das minhas lágrimas,
aí é a casa da minha amada.

7 comentários:

  1. Vou tomar nota, já que no que diz respeito à música clássica/erudita sou um nabo! Festas felizes para ti e todos os teus!

    ResponderEliminar
  2. Saúdos fraternais dende a Galiza, con desexos de Ledicia e Felicidade para estas Festas do Nadal.

    ResponderEliminar
  3. Sublime, Paulo! Obrigado pelo momento.
    Descobri hoje a riqueza do seu podcast: Sem palavras!
    Quem, como o Paulo, se rodeia da beleza e com ela convive segundo a segundo, não apreciará tradições «ocas»...mas há momentos de fraqueza em que me apetece fingir que não sou niilista. Aliás, esta quadra foi tema de grandes momentos da humanidade. Talvez por isso também me apeteça "fazer votos de que...". Incluo-o nos meus melhores votos, então....
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  4. Paulo, hoje vim aqui para te desejar Boas Festas e Feliz Ano Novo.
    Cris

    ResponderEliminar
  5. Como se está a ouvir as longas e frias noites do inverno servem de inspiração às coisas mais belas. Talvez seja por isso que elas existem...

    Bj

    ResponderEliminar
  6. Foi uma grande dupla, Britten e Pears. Ouvi-los é mágico.

    ResponderEliminar
  7. Um grande caso de cumplicidade neste casamento entre a voz de Pears e os dedos de Britten.

    Obrigado a todos.

    ResponderEliminar