3.9.07

À Volta do Lago

1 - Nymphaea caerulea, o "nenúfar azul"
5 a 8 - Hymenocallis (Obrigado, Lúcia e Maria Carvalho.)
Família: Amaryllidaceae








21 comentários:

  1. Pois...a máquina... os sentimentos! Estas são formas que parecem de outro mundo, imaginado. Gostei tanto...! Abç

    ResponderEliminar
  2. Eu sei que me estou a repetir, mas é justo, as fotos estão magníficas! E essa beleza branca, quem será? Sei que já a vi algures mas não me consigo lembrar onde e muito menos do nome.

    Como diz a Bettips parecem de um outro mundo! Talvez sejam...

    ResponderEliminar
  3. Que lindezas, pra animar uma segunda-feira! A primeira flor arrisco que é o lotus azul; e a de cor branca, um lírio que gosto de usar, de fácil reprodução e cultivo: 'Hymenocallis caribaea’. Entretanto parece que esta planta é mais uma linda e mal educada, está na lista de espécies invasoras do IUCN.

    ResponderEliminar
  4. Obrigado, Lúcia. Está identificada a "beleza branca": Hymenocallis caribaea. Penso que por cá não anda a invadir muito. Pelo menos, não me parece uma flor muito comum.

    (Agradeço os vossos comentários. Ainda bem que gostam de aqui vir.)

    ResponderEliminar
  5. paulo, não sendo mto comum existe por aí em vaso. Eu tenho um (herança da minha avó) q há-se florir daqui a um mês (mais coisa menos coisa). As flores são lindas, o perfume delicioso, e a planta é facilima de cuidar.
    Belissimas fotos, parabéns (pareço um disco riscado... ;-) )

    ResponderEliminar
  6. Obrigado, Gintoino. Eu também já as cheguei a ver por cá, em jardins. Quando a tua florir, por favor, mostra-no-la.

    ResponderEliminar
  7. Adoro a Hymenocallis, aliás são plantas que me encantam. Nunca as vi à venda nem em lado nenhum. As que tenho, ainda pequenas, umas de semente, vieram de Espanha. Temos nas nossas praias uma familiar, o Pancratium Maritimum, que por esta altura está a terminar a floração e a começar o processo de maturação das sementes. è muito linda também.

    ResponderEliminar
  8. Olá. Pode dizer-nos se as folhas da sua Hymenocallis têm pecíolo longo (isto é, se cada folha tem uma base estreita comprida que a liga à terra)? Ou, enfeitiçado, só fotografou a flor?... É para decidirmos se é H. caribaea ou H. tubiflora.

    ResponderEliminar
  9. A flor azul não é do género Lotus, embora seja frequente chamarem-lhe Egyptian lotus. É uma water-lily, Nymphaea caerulea (em traduçao caseira, nenúfar azul).

    Para nos complicar a vida, «lotus» também designa vulgarmente os espécimes do género Nelumbo, plantas aquáticas que, essas sim, são reverenciadas pelos budistas; das duas espécies deste género, a asiática (Nelumbo nucifera) é o lotus-sagrado, que seria natural encontrar neste lago.

    ResponderEliminar
  10. Cris, o Pancratium maritimum é também muito bonito e vê-se que é parente, sim.

    Maria, estava um bocado enfeitiçado, de facto. Tenho outras fotografias da planta, mas em nenhuma consigo ver o pecíolo com nitidez. Fico na dúvida...
    Curiosamente, não vi o lotus-sagrado em flor. Mesmo nos templos, só vi esta Nymphaea caerulea.
    Obrigado pela ajuda sempre preciosa.
    Saudações.

    ResponderEliminar
  11. Paulo, eu tinha pensado mesmo na Ninphaea caerulea. Sobre as plantas invasoras, o assunto começou a ser mais discutido após a convenção da biodiversidade. Muitos países estão + atentos para o fato, já que ameaça os endemismos, como você já escreveu. Ninguém falou dos insetos mas esta abelhinha atarracada na flor e os outros, deram vida as fotos e a borda do lago. um abraço.

    ResponderEliminar
  12. Muito bonitas as fotos dos insectos em macro.Est�s um �s da macro fotografia.
    Maria Carvalho, no meu blog existem fotos em que se v�m estas plantas (Hymenocallis)com o seu pec�olo.

    ResponderEliminar
  13. Miguel: Nas suas fotos não vejo o pecíolo de nenhuma folha... Mas elas mostram bem que as folhas são estreitas sem um ápice bicudo pronunciado, e que portanto esta Hymenocallis não é caribaea.

    ResponderEliminar
  14. Não, não é H. tubiflora. Essa espécie tem as folhas ainda mais largas que a H. caribaea.

    ResponderEliminar
  15. Temos de nos resignar, não há como resolver esta dúvida (nem é muito relevante, vá lá). A solução seria enviar o Paulo e o Miguel de novo à Tailândia para que fotografassem em detalhe a planta, mas isso saber-lhes-ía a prémio e não ao castigo que merecem...

    ResponderEliminar
  16. Podemos sempre organizar uma excursão e vamos todos esclarecer a dúvida. Eu inscrevo-me já. Aproveitamos e vamos também à procura da Shorea robusta.

    ResponderEliminar
  17. Sim uma visita com pessoas que amam as plantas...grande ideia

    ResponderEliminar
  18. Alinho, nas plantas, budas, mercados, cores, insectos...e esse mar contemplativo! Abraços

    ResponderEliminar
  19. I wish, I wish...
    Agora lembrei-me onde tinha visto esta beleza, foi no blog India Garden http://indigarden.blogspot.com/
    que tem uma data de belezas, para nós raras, no jardim! Chamam-lhe Spider Lily, e diz que simboliza a chuva. Hoje também vi lá uma plumeria, diferente das que fotografaste.

    ResponderEliminar
  20. Jardineira, obrigado pelo link. Já fui visitar.

    ResponderEliminar