1.7.08

Sinos incandescentes




A árvore-do-fogo, Brachychiton acerifolius, a florir no céu do Jardim Botânico.

11 comentários:

  1. Que cor incrível!

    Um big smile e uma boa noite!

    ResponderEliminar
  2. E para os curiosos que aqui vierem, fica a informação: podem aprender mais sobre esta árvore no Dias com árvores.

    ResponderEliminar
  3. Que espetáculo, impossível deixar de comentar. Não conheço esta beleza de árvore e floração. Saudações.

    ResponderEliminar
  4. o vermelho intenso até esborrata o azul, entre os traços a preto. a poética da natureza em acção!

    ResponderEliminar
  5. Linda!
    Fez-me lembrar estas :-)

    ResponderEliminar
  6. A origem é australiana e não conheço muitos exemplares; aconselho uma visita ao Jardim Botânico para a ver ao vivo.

    ResponderEliminar
  7. Andei a ver por aí, pelo nome, há exemplares maravilhosos e fui levada pelo mundo, de terra em terra!
    Mas esta, sob o nosso azul-Lisboa, está divina ... parecem-me japonesas em danças, reverentes.
    Abç

    ResponderEliminar
  8. Há duas na estufa quente (Lisboa), por lá não têm o céu azul o que é uma pena, e talvez por isso o florir é mais discreto, mas em contrapartida as folhas são enormes muito maiores que as do botânico, e muito "acerifolias".

    ResponderEliminar
  9. E também há um exemplar no Jardim Tropical, em Belém, e alguns (poucos) no Porto.

    ResponderEliminar