18.9.07

Flores de Fim de Verão no Cabo da Roca

As flores silvestres começam a escassear, anunciando o Outono. Mas o Verão até nem foi demasiado seco e, olhando com atenção, encontramos algumas espécies que nos alegram as vistas. No Cabo da Roca, vi um cravo escondido entre os chorões, alguns exemplares de trovisco e, em quantidade bastante satisfatória, as cebolas-do-mar.

1 e 2 - Trovisco (Daphne gnidium)
3 - Cebola-albarrã ou cebola-do-mar (Ornithogalum maritimum = Urginea maritima)
4 - Cravo-de-Sintra(?) (Dianthus cintranus?)




10 comentários:

  1. "Off-topic": o CD da "flor" Cecilia ainda não chegou... continuamos à "caça". Espero que tenha gostado da Kozena :) Para mim, faixas 4 e 6 do novo CD, as minhas favoritas!

    ResponderEliminar
  2. Mais fotos de tirar a respiração. E já vi que andaste cá pelos meus lados...
    Bjs.

    ResponderEliminar
  3. Paulo, lindas fotografias.
    Gosto muito de flores, mas estas fotos são um autentico espetáculo.
    Parabéns.

    Beijinhos com sabor a mar.

    Fernandinha

    ResponderEliminar
  4. Sorry, "off-topic" again: já consegui o tão desejado CD :)

    ResponderEliminar
  5. adorava saber "coisas" sobre flores para as poder amar melhor - amar no sentido de cuidar delas

    mt luz pa ti

    ResponderEliminar
  6. Por aqui há cravos parecidos, mas não faço ideia do nome. De qualquer forma as flores podem não ser suficientes para identificar.
    Eu quase diria que este verão não passou de primavera, por isso temos ainda tantas flores!
    Bjo

    ResponderEliminar
  7. Paulo, sempre a surpreender com essas fotos lindas. É claro que a que mais gostei foi da Urginea Maritima, a popularmente conhecida cebola albarrã.
    Nesta altura, pelos campos, há muitas, e olhando-as de perto, podemos ver que são verdadeiramente belas.
    Cris

    ResponderEliminar
  8. Obrigado pelas vossas visitas e comentários.

    Jardineira, também acho que é difícil identificar estes cravos. Já tinha posto aqui um outro cravo que vi no Cabo da Roca, com algumas diferenças em relação a este, que não sei se se devem ao próprio desenvolvimento da flor. E ainda não consegui encontrar nenhuma foto verdadeiramente fiável do cravo-de-sintra.

    Saudações.

    ResponderEliminar
  9. Belas fotos paulo! Parece q classificação da Urginea maritima passou a ser Drimia maritima (coisas de botanicos...sempre a mudar os nomes ;-) )

    ResponderEliminar
  10. Gintoino, não conhecia este nome. Será que mudou mesmo ou é mais um sinónimo, como Scilla maritima?

    ResponderEliminar