19.10.07

Andreas Scholl - Handel

Andreas Scholl regressa a Lisboa e ao Porto, nos próximos dias 8 e 10 de Dezembro, respectivamente, com concertos na Gulbenkian e na Casa da Música. O programa baseia-se no seu CD "Il Duello Amoroso", com obras de Handel, e a acompanhar o contratenor estará a Accademia Bizantina sob a direcção de Ottavio Dantone. Se Scholl é um excelente intérprete de Vivaldi, não o é menos de Handel. Informa-se que o concerto na Gulbenkian se encontra esgotado, mas na Casa da Música ainda há vagas.

Fica aqui uma amostra. Foi recentemente editada em DVD a ópera "Giulio Cesare in Egitto", com Scholl no papel do Imperador, numa produção da Ópera de Copenhaga de 2005.


Va tacito e nascosto

Va tacito e nascosto,
quand'avido è di preda,
l'astuto cacciator.
E chi è mal far disposto,
non brama che si veda
l'inganno del suo cor.



Dall'ondoso periglio... Aure, deh, per pietà

Dall'ondoso periglio
salvo mi porta al lido
il mio propizio fato.
Qui la celeste Parca
non tronca ancor lo stame alla mia vita!
Ma dove andrò? E chi mi porge aita?
Ove son le mie schiere?
Ove son le legioni,
che a tante mie vittorie il varco apriro?
Solo in quest'erme arene

al monarca del mondo errar conviene?

Aure, deh, per pietà
spirate al petto mio,
per dar conforto, oh dio!
al mio dolor.
Dite, dov'è, che fa
l'idolo del mio sen,
l'amato e dolce ben
di questo cor.
Ma d'ogni intorno i' veggio
sparse d'arme e d'estinti
l'infortunate arene,
segno d'infausto annunzio al fin sarà.


(BaroqueFever)

11 comentários:

  1. A ária "Va Tacito" soa-me familiar... ;)

    Já tenho bilhete para a Gulbenkian... e muito provavelmente também vou comprar para a Casa da Música. Que voz!!

    Bom fim de semana,

    Moura Aveirense

    ResponderEliminar
  2. A não perder, absolutamente.

    ResponderEliminar
  3. I wish, I wish...
    A casa da música nem está tão longe como isso, mas se calhar tenho que me contentar com o teu blog.
    Bjs, bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Ahh...me contento também em ouvir aqui. Especialmente divertido o vídeo e linda a ária Va Tacito. Paulo pareceu desatenção minha o comentário anterior, mas venenoso parece que soou mais forte que tóxico... e talvez o teixo nem seja assim, tão tóxico, abraços.

    ResponderEliminar
  5. Jardineira e Lúcia,
    Sendo possível, deve-se ir mesmo à Casa da Música. Caso não seja de todo possível (o Brasil está longe), aconselho que vão às compras. Verão que vale a pena ouvir os CDs (e DVDs) de Scholl.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  6. Caro Paulo, conseguiste um magnífico dois em um neste blogue: Julio César de Handel e Andreas Scholl - Adoro esta Ópera de Handel e A.Scholl, como bem sabes, é um dos nossos favoritos. Não sabia desta gravação.
    No entanto, continuo a considerar a gravação interpretada por Janet Baker a minha favorita. (Que também tens em DVD...)
    Bjs.

    ResponderEliminar
  7. Amiga Cigarra. Esta gravação foi editada há poucas semanas. Ainda não a vi à venda por cá. Já se sabe que chega tudo atrasado, como no tempo daquele-de-quem-não-se-pode-dizer-o-nome.

    ResponderEliminar
  8. Caro Paulo,

    Eu não consegui bilhetes para a Gulbenkian (não sei como a nossa amiga Moura Aveirense faz, eu raramente tenho sucesso!), mas já tenho para a Casa da Música. É a segunda vez que o vou ver ao vivo, e vale realmente a pena.

    Saudações,

    Heitor

    ResponderEliminar
  9. Caro Heitor,

    Também não sei como é que a Moura Aveirense consegue. Talvez ela nos ensine o truque, já que consegue bilhetes para tudo (eu, nem por isso; também fui mal sucedido em alguns casos). De qualquer modo, vai à Casa da Música.

    Saudações.

    ResponderEliminar
  10. :) O truque é: comprar toda a assinatura Gulbenkian de Música Antiga, por email (à meia noite do primeiro dia de reservas ;)). Assim, assegurei bilhetes para a Cecilia e para o Scholl, que calculei que iriam esgotar rapidamente (principalmente para a Cecilia Bartoli)...

    Informações valiosas, estas... ;) LOL

    Saudações, Moura Aveirense

    ResponderEliminar
  11. Obrigado, Moura. Agora que já sabemos, espero que não venha cá muita gente copiar a ideia, ou lá se vai o truque.

    ResponderEliminar