23.12.08

Especial Natal

Christkindlmarkt



Kohlmarkt

Graben

Virgem com o Menino e São José,
de Joos van Cleve, ca. 1530

Sagrada Família com Santa Ana e João Baptista,
de Bronzino, ca. 1540


(As fotos são minhas, os originais estão no Kunsthistorisches Museum Wien)

23 comentários:

  1. E este ano voltei a não conseguir arranjar as tais ervas que nos põem a dormir por uns tempos.

    ResponderEliminar
  2. É Natal outra vez? Ai... E é mesmo preciso fazer tudo de novo, não sobrou nada do do ano passado?

    ResponderEliminar
  3. Acho muita graça aos mercados de Natal alemães, embora não compre lá nada.
    Por outro lado, detesto música de Natal ;-)

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pelo espaço, pelo bom gosto... não conhecia, posso voltar? Beijinhos natalícios

    ResponderEliminar
  5. Gi,
    sobre as músicas nataleiras estamos conversados. Em relação aos mercados de Natal, a história é outra. Bem podíamos ter por cá uns quantos. Não para podermos comprar tralha dispensável mas para podermos beber um ponche quentinho a acompanhar guloseimas.

    ResponderEliminar
  6. É verdade, Maria. Ele não desiste. A mim não me sobrou nada. Tenho de repetir tudo o que desaprendi ao longo deste ano.

    ResponderEliminar
  7. Sónia Pessoa,
    Obrigado pela visita. Volte sempre, que o prazer é meu.

    ResponderEliminar
  8. Paulo, espero que tenhas um Feliz Natal cheio de coisas boas:)
    Bonitas as fotos;)
    Cris

    ResponderEliminar
  9. Obrigado, Cris. Também para ti, feliz Natal.

    ResponderEliminar
  10. Desculpa se remo contra a corrente, mas Viena disse-me pouco, talvez pela "frieza" dos austríacos, ou por vir de duas cidades magníficas: Budapeste e Praga!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  11. Pinguim,
    As experiências são sempre diferentes. Budapeste e Praga são cidades muito bonitas, de facto, mas eu não diria, generalizando, que checos e húngaros são menos "frios" que os austríacos. E depois, se nos oferecem Kaiserschmarrn com aquele sorriso tão aberto, não ficamos rendidos?

    ResponderEliminar
  12. Que belo post aqui nos ofereces a lembrar esta época de que tão pouco gostas. Aproveito para te desejar um Feliz Natal para ti e tua família e cuidado com a linha. Eu por mim acabo de fazer uns formigos à moda do Minho que não estão nada maus. És servido?

    ResponderEliminar
  13. Votos de um Santo Natal. Eu que não conheço os mercados alemães de Natal (shame) fiquei com curiosidade ...

    ResponderEliminar
  14. Paulo, novamente um Feliz Natal com ou sem ervas, e com luzes e mercados que deixam as cidades tão alegres e cheias de gente, como as de suas fotos! E um Feliz 2009 cheio de boas viagens!

    ResponderEliminar
  15. Pelo que vejo 'estamos' muito bem, Paulo!
    Tudo de bom para si...
    Abraço!!

    ResponderEliminar
  16. Cigarra,
    Agradeço o convite mas parece-me que já chego tarde.

    ResponderEliminar
  17. Fernando, Lucia e Goldluc,
    Obrigado. E um óptimo 2009 para todos.

    ResponderEliminar
  18. Olá. Já dei voltas ao blogue e não consigo descobrir quem tu és. De Paulos lembro-me de dois, um de Alcoentre (cá está o "à-coté"), ex-colega de liceu e que me trataria por Madá; e outro, de Santarém, que não me parece nada que me mande beijos imensos, mesmo passados 127 anos.

    Vá, preciso de mais pistas :)

    Entretanto, beijos ainda mais imensos para ti e Boas Festas!

    ResponderEliminar
  19. Espera... Turismo? És o primeiro, sem sombra de dúvida!

    Oláááááá!

    ResponderEliminar
  20. Então? Já não precisas de mais pistas. EM CHEIO.

    ResponderEliminar
  21. LOL! Esta blogosfera é uma aldeia!

    ResponderEliminar